http://thecutestblogontheblock.com/backgrounds/paisley-sweetheart

domingo, 15 de setembro de 2013

Fazer Supermercado - Como Organizar esta Tarefa no Dia-a-Dia

Conheço algumas pessoas que amam ir ao supermercado: olham todos os produtos nas gôndolas, passeiam pelos corredores tranquilamente, parece que é um programa prazeroso de 2, 3 horas de duração. Mas, pra mim, é apenas uma tarefa doméstica, nem boa nem ruim, mas que tenho que fazer. E prefiro fazer sozinha, depois de algumas tentativas de "ter uma ajuda" do marido (que compra coisas que não comemos/bebemos mas que ele vai, um dia, fazer pra experimentarmos...Resultado: vai tudo pro lixo depois de vencer o prazo de validade.)

Assim, com o tempo, fui criando uma rotina desde a pré-ida ao mercado até a volta para casa, o que tem me ajudado muito a economizar dinheiro e tempo! Pra mim, a principal vantagem da organização é essa: poupar. Significa otimizar nosso tempo e economizar nosso dinheiro. E na minha rotina busco sempre essa combinação, por isso estabeleci algumas regrinhas referentes a essa tarefa - chatinha pra uns e deliciosa pra outros, mas necessária.

Ao contrário do que pode parecer, tudo começa -e não termina- nas refeições da sua casa. Isso pode variar muito de casa para casa, mas aqui somos somente eu e meu marido, além da diarista uma vez por semana. Eu trabalho em casa e meu marido tem horários bastante irregulares de trabalho, mas também trabalha boa parte do dia em casa, por isso fazemos todas as refeições aqui mesmo. Claro que em alguns dias almoçamos ou jantamos fora por diversos motivos: compromissos que impedem a ida para casa na hora da refeição, encontros de trabalho, com amigos ou simplesmente uma forma de lazer mesmo, mas são exceções. E, como a minha diarista só faz a faxina e passa a roupa, sou eu quem cozinha. Para aproveitar melhor o tempo que tenho, prefiro fazer o jantar em uma quantidade que dê para o almoço do dia seguinte, assim, só cozinho uma vez por dia. E, normalmente, a hora do almoço é mais corrida, com mais compromissos, é o tempo de só esquentar a comida mesmo.

Como eu não sou fã de cozinhar - não sou daquelas pessoas que adoram ficar testando receitas, inventando temperos e acham que cozinhar é relaxante - precisei definir alguns pratos fáceis de fazer. Pra mim, cozinhar é uma necessidade, então não invento moda... Por outro lado, não aguento comer a mesma coisa vários dias seguidos, acabo enjoando e nem dá vontade de comer. Por isso, pesquisei na internet alguns pratos básicos e rápidos de fazer, mas que sejam saudáveis. Tenho como regra aqui em casa não fazer fritura e nem comprar comida processada (aqueles nuggets, por exemplo, ou lasanhas prontas de microondas). Me manter saudável é prioridade, então cuido bem da minha alimentação. Assim, tenho alguns pratos definidos que vou revezando durante a semana. E é a partir desses pratos que faço a minha lista de compras.

Antes de irmos para a lista, queria explicar como organizo as refeições: até o mês passado eu tinha um cardápio quinzenal grudado na porta da geladeira, que atualizava e imprimia a cada 15 dias. Era uma planilha simples, com as refeições de segunda a domingo, durante duas semanas. Eu precisava mesmo como uma base para fazer a lista de compras e pra me dar uma ideia do que cozinhar quando não estivesse inspirada. Percebi que uma coisa que me "roubava" algum tempo do dia era ficar pensando "o que fazer para o jantar?" Então vi que um cardápio impresso na cozinha era a melhor solução: a cada 15 dias, no dia anterior de fazer as compras, eu atualizava para as próximas duas semanas, imprimia e fazia a lista do mercado. Mas, fui percebendo que, como não tenho uma variedade muito grande de pratos que sei fazer, acabava cozinhando os mesmos, com intervalos de alguns dias pra não enjoar. E o tal cardápio acabou não sendo tão utilizado assim e eu ainda perdia tempo pra atualizar e imprimir. Com isso, fiz uma mudança nesse sistema e agora tenho na porta da geladeira uma relação com os pratos que costumo fazer, divididos por carnes e acompanhamentos, além de sopas e lanches. É uma relação fixa, então não gasto mais tempo pra atualizar, nem tinta pra imprimir (olha a combinação de novo: economia de tempo e dinheiro!) e me ajuda da mesma forma: me dando ideias do que cozinhar e sendo um guia para a lista do mercado. Olha como é simples:






Agora sim, é a hora da lista de compras: fiz uma lista fixa no excel com tudo o que costumo comprar separada pelas seções do supermercado que vou sempre (limpeza, bebidas, congelados, mercearia etc.) e vou imprimindo 10 de cada vez e guardando numa gaveta na cozinha. Deixo uma grudada na porta da geladeira e vou anotando só a quantidade que preciso comprar de cada item conforme vai acabando. Assim, no dia antes das compras, dou uma revisada rápida na lista e vejo o que ainda preciso anotar. Muito mais prático, não? 

Aproveito este post para inaugurar uma coisa bem legal que queria colocar aqui faz tempo, os freebies! São como as amostras grátis que ganhamos de algumas marcas e que entrou no mundo blogueiro pra valer. E o 1o. freebie da Casa Caprichosa pra vocês é a lista do supermercado disponível para download gratuito neste link aqui. Depois me conta se ajudou sua rotina! ;)

Bom, é importante definir um dia da semana para fazer as compras. Prefiro às quintas porque é o dia em que as verduras e legumes estão mais frescos no meu supermercado e, como não tenho muito espaço pra guardar os mantimentos, faço uma compra grande quinzenalmente, em um daqueles supermercados bem grandes e mais baratos, e nas outras semanas vou à pé no mercado perto de casa - e mais caro - só pra comprar o que precisa ser fresquinho mesmo - pães e frios, por exemplo. Há pouco tempo passei a ir à feira toda semana comprar hortifruti só porque a feira é na minha rua e tem melhores verduras, frutas e legumes do que o mercado, mas mesmo assim, mantive a quinta-feira para ir ao supermercado. Com a lista, não tem necessidade de ir várias vezes por semana ao mercado comprar o que precisa para o jantar daquele dia ou só pra comprar um ou outro item que acabou. A economia de tempo é enorme, faça os cálculos! Com a lista em mãos, compro só o que está ali e não perco tempo tentando lembrar o que mais acabou em casa, nem olhando todos os produtos das gôndolas. Assim, não levo nem uma hora fazendo as compras e gasto o mesmo valor todo mês - o que ajuda muito no planejamento financeiro da casa. E, na feira, vou às mesmas 4 barracas sempre: uma de verduras, outra de frutas, a de legumes e a das flores (a mais bonita da feira toda!) Já sei o que vou comprar (nem faço lista, já tenho na cabeça) e quanto vai custar tudo. Às vezes compro um peixe fresquinho para o almoço, mas mesmo assim, não levo nem 15 minutos fazendo a feira.

Então, já sabemos a importância de se definir um cardápio da casa, de fazer a lista de compras baseada no cardápio, de se definir um dia da semana ou do mês para ir ao supermercado e/ou feira e de se ater à lista na hora das compras. Agora, tem a volta para casa com as compras: eu deixo guardadas na porta do carro várias ecobags de diferentes tamanhos que me ajudam demais nessa hora. Eu levo pro mercado, coloco no carrinho todas elas e vou fazendo a compra. Na hora de passar no caixa, vou guardando tudo nas minhas ecobags e não nas sacolas de plástico do mercado (outra opção são as caixas de papelão que todo mercado tem sobrando, é só pedir que eles trazem para você no caixa). Assim, uso cerca de 4 ou 5 ecobags pra guardar tudo, enquanto que as sacolas de plástico seriam, pelo menos, o dobro dessa quantidade. E ainda estou contribuindo para um planeta mais sustentável, com menos plástico...

Assim, são só 5 sacolas, no máximo, que tenho que colocar no carro e levar pra dentro de casa - e não um monte de sacolinhas que só duas mãos não dão conta. E ainda aproveito pra guardar os itens semelhantes na mesma sacola para facilitar quando chegar em casa: pego a sacola com produtos gelados primeiro e vou direto pra geladeira guardar tudo o que está ali. Depois, a mercearia e as bebidas que vão pra dispensa, o material de limpeza no armário da área de serviço, etc. Rapidinho está tudo guardado e é só voltar com as sacolas vazias para o carro.

Bom, esse é o meu sistema de organização para as compras do supermercado e para as refeições aqui de casa. Tente implementar algumas dessas dicas na sua rotina e veja se não faz diferença no seu tempo e no seu bolso!

Até a próxima!